Você já parou para pensar que elaborar uma estratégia simples de funil de vendas para as redes sociais pode fazer com que a sua empresa venda muito mais no médio e longo prazo? 

Esta é uma ferramenta tão básica e elementar, que muitas pessoas acabam nem considerando no dia-a-dia. Só que isto é um erro gravíssimo, pois o marketing não é feito à base da aleatoriedade. Pelo menos, não o marketing que dá resultados.

Portanto, não importa o que você vende ou pretende vender: o funil de vendas sempre vai estar presente na estratégia, mesmo que você não se dê conta disso. E quanto mais você conseguir interpretar e dominar este tema, com mais habilidades você vai construir suas campanhas nas mídias sociais.

Para aprender tudo e, quem sabe, já aplicar várias coisas hoje, continue a sua leitura por aqui.

Estratégia simples de funil de vendas para redes sociais

Uma estratégia simples de funil de vendas para redes sociais é, geralmente, a que mais dá resultados. E isto é algo que deveria ser considerado por profissionais que buscam um retorno expressivo nas mídias sociais, visto que quanto mais complexa for a estratégia, mais complexo vai ser para entender se ela está ou não dando resultados.

Por mais que com o passar do tempo e o avanço do projeto haja, sim, uma demanda por estratégias de funil um pouco mais complexas, no início isto não é nem um pouco necessário. 

A nível de exemplo, pense em uma pessoa que acabou de conhecer uma loja de óleos essenciais. Ela não vai começar, logo no início, a fazer sinergia de aromaterapia. Ela vai experimentar os óleos, conhecê-los, testar cada um deles e, somente depois, vai se aprofundar.

E o mesmo você deveria fazer com suas estratégias de vendas: não comece com coisas difíceis. Comece do básico. É justamente a partir do básico que vamos aprender tudo sobre o tema a partir de agora.

Continue lendo!

Antes de mais nada, tenha um produto para vender todos os dias

O ponto central deste artigo não é fazer você ser o maior especialista de conteúdo das redes sociais. Mas sim, fazer com que você coloque foco e energia naquilo que realmente é importante. Neste caso, ter um produto é fundamental.

Com um produto, você consegue gerar assunto infinito. Ou seja, absolutamente nenhuma postagem vai ser aleatória e sem propósito. Ficar dando diquinhas ou ensinando truquezinhos não faz o menor sentido, se você não tiver um produto para vender.

É claro que se você for influenciador digital, este tipo de conteúdo é válido. No entanto, o foco deste artigo é funil para um produto. Portanto, tê-lo antes de sair postando qualquer coisa, é indispensável.

Mas, o que significa ter um produto para vender todos os dias nas mídias digitais? Você não pode só postar fotos do produto e o preço. Você precisa gerar conteúdo ao redor do produto, de forma que tudo esteja apontando para que haja vendas.

Esta é a base do trabalho com funil, que entenderemos mais a seguir.

Identifique o seu público-alvo e fale somente com ele

O primeiro passo para que você possa construir um bom funil de vendas não é fazer mil e uma estratégias, desenhos mirabolantes em um folha branca, uma apresentação majestosa ou uma reunião de 2h que não chega a lugar nenhum: o primeiro passo é definir um público!

Sem definir o público, você não conseguirá sair do lugar de maneira nenhuma. Pois a sua comunicação vai girar ao redor disso, de forma que você possa falar o que as pessoas querem e precisam ouvir em determinados estágios do funil.

Definir um público-alvo não é complicado. Você pensa em algum perfil de pessoas, que têm alguma necessidade específica e, em cima disso, constrói uma narrativa com um produto que os ajude de alguma maneira.

Não queira falar com todo mundo. Este é um erro grave e que faz qualquer estratégia de marketing ir por água abaixo. Pois quando você quer falar com todo mundo, não fala com ninguém. Portanto, selecione um grupo de pessoas e fale só com elas. Lembre-se disso! 

Crie postagens de identificação e reconhecimento de um problema

Este estágio do funil pode ser considerado o topo da estrutura. Por aqui, você vai ter que criar conteúdo relevante e que faça com que as pessoas pensem: “espera aí, eu tenho esse problema também!”

Fazendo isso, você começa a acumular potenciais clientes que vão se converter em compradores ao fim do funil. Mas para que isto aconteça, esta etapa precisa receber todos os cuidados necessários, de forma a atrair somente pessoas qualificadas.

Ou seja, falar com o público correto, conforme tópico anterior, faz toda a diferença no longo prazo. Se você fizer campanhas que alcançam milhões de pessoas que não tem nada a ver com seu público, você só vai ter números – e não conversões.

Utilize postagens que falem de um problema específico, faça as pessoas descobrirem que tem um problema e use artifícios de copywriting para conseguir impacta-las de uma maneira que saiam da zona de conforto e entrem, definitivamente, no seu radar.

Vamos ao próximo passo do funil.

Faça publicações para captação de leads (prospectos)

Depois de usar artifícios de conteúdo de topo de funil para atrair pessoas que ainda não sabem que tem um problema e pessoas que já reconhecem o problema que tem, é hora de ser um pouco mais agressivo – claro que não no mau sentido.

Ser agressivo, neste caso, é começar a trazer estas pessoas para dentro da sua lista de contatos mais próximos. Então, capte WhatsApp, e-mail e várias outras coisas que possam aproximar o público do topo do funil, do seu produto. Este é o meio do funil.

Faça publicações para vender para os leads captados

Agora que as pessoas já estão mais perto do seu produto e você já sabe que são pessoas que se identificaram com algum problema lá no topo do funil (postagens de reconhecimento de problema), é hora de começar a fazer publicações de venda. 

Você só vai vender para as pessoas que estiverem no fim do funil, pois estas são pessoas que são mais propensas a comprar e o seu custo por venda vai ser mais reduzido.

Esta é a estrutura básica de um funil de vendas simples: topo, meio e fim. Adapte conteúdos, textos e captações de acordo com seu produto e aplique no seu negócio ainda hoje.